quarta-feira, 17 de junho de 2009

O que me toca quando toca...

Trabalho esperança
João Alexandre


Se a esperança que se tem
Fosse apenas nessa vida
Não houvesse nada além,
Nenhum sonho pra sonhar,
Que esperança mais perdida, meu Deus!
Tanta gente a batalhar
Pelo pão de cada dia
Para alguns é caviar,
Outros cavam pra encontrar
Pão dormido e água fria
E pra que, se o final é sempre igual?
Por favor, não leve a mal,
Que lhe seja leve a terra
Eu prefiro acreditar
Cristo vive e vai voltar
Pra acabar com essa guerra
E a esperança que Ele dá
Ultrapassa a morte ou vida
Vai além de trabalhar
Traz mil sonhos pra sonhar
Que esperança mais querida, meu Deus!
Não que eu queira me esquivar
De olhar de frente a vida
Bem melhor é batalhar
Pelo pão que vai durar
Pão de Cristo, pão da vida e pra quê
Pra estar certo no final
Por favor, não leve a mal,
O que é pó retorna à terra
Quando a vida se acabar,
Nova vida vai brotar
Sem paixões, sem dor, sem guerra
Se esperança que se tem..

Um comentário:

Nanda Oliveira disse...

Só Jesus mesmo pra ter misericordia dos homens desse mundo. :/


Bjus